Veja Também
Carregando...


“Coitadinho…pra quê castrar?”, “Ela não sai de casa, não precisa castrar” ou “Castrar é uma mutilação, ele é macho”. Ouço frases como estas diariamente. Os mitos em torno da esterilização de animais ainda são enormes, mesmo nos dias de hoje. Percebo que o preconceito ainda existe devido à falta de informação sobre o assunto.

A castração ou esterilização é um procedimento cirúrgico, que deve ser realizado apenas por médicos veterinários capacitados, mediante à anestesia geral. Como qualquer procedimento anestésico ou cirúrgico, envolve alguns riscos, que podem ser minimizados e evitados com a realização de alguns cuidados e exames pré-operatórios. Nos machos, a castração é realizada através da excisão (retirada) dos testículos. Nas fêmeas, são retirados os dois ovários e o útero. Existem diversas técnicas cirúrgicas tanto para cães e cadelas, como para gatos e gatas, mas vou abordar apenas os mitos e preconceitos relacionados à castração:

Meu animal precisa acasalar pelo menos uma vez antes da castração?
Não. Castrando cadelas e gatas antes do primeiro cio praticamente eliminamos as chances desses animais desenvolverem tumores de mamas, doença muito freqüente nessas espécies. Também podemos prevenir com a castração problemas uterinos e ovarianos.

Meu animal irá engordar após a castração?
Talvez. O aumento de peso é comumente encontrado em animais castrados. Esse excesso de peso pode ser evitado e controlado através da alimentação e a pratica de exercícios e caminhadas diárias.

Mas minha cachorra é tão doce que quero filhotes iguais a ela
Filhotes não necessariamente terão o mesmo comportamento ou temperamento dos pais. Cruzar dois animais dóceis não é garantia de cães mansos também. Isso está muito relacionado com as características individuais e como o animal é criado e educado. Assim como o ser humano, cada animal é um indivíduo único.

Acasalar as fêmeas evita tumores de mama?
Não. A única forma de evitar tumores de mama com eficácia é através da castração.

Com qual idade meu animal já pode ser castrado?
Após os dois meses de idade os animais já podem ser castrados. Alguns veterinários preferem aguardar o término da vacinação, que geralmente ocorre por volta dos quatro meses de idade.

Até qual idade meu animal pode ser castrado?
Não existe uma idade limite, mas quanto mais jovem o animal for, menores são os riscos do procedimento.

O comportamento do meu animal mudará após a castração?
Talvez, mas essa mudança é sempre benéfica. Percebemos que alguns animais de temperamento agressivo, ou dominante, geralmente se tornam mais dóceis e acessíveis após a castração.

As fêmeas continuam tendo cios ou sangramentos após a castração?
Não. São retirados os dois ovários e o útero. Por esse motivo, gatas e cadelas não apresentam mais sangramentos ou sintomas de cio após a castração. Caso isso continue ocorrendo, é possível que tenha restado algum resquício ovariano.

Os machos precisam ser castrados também?
Sim. Melhora no comportamento e diminuição de demarcações territoriais. A castração previne também problemas testiculares e prostáticos, muito comuns em machos após cinco anos de idade. A castração não é uma mutilação, não deve ser encarada dessa forma. Seu bichinho de estimação não será “menos macho” por isso e ele não tem necessidade de saciar desejos sexuais, como dize
m os menos informados. Após a castração, o macho para de “montar” nos objetos e nas pessoas e diminui a marcação de território.

Lembre-se que cada fêmea gera, em média, oito filhotes. Mesmo que a intenção da cruza não seja a venda dos animais, você é responsável por todas estas vidas. É dever de todo cidadão colaborar com o controle populacional e evitar o aumento do abandono.

Fonte:uol.com