Veja Também
Carregando...


Dermatite Atópica



Existem vários tipos de dermatite, causadas pelas mais variadas razões, desde alergia a alimentos, picadas de pulgas, etc. Contudo é a Dermatite Atópica que mais afeta os cães. A atopia é uma reação alérgica a causas ambientais, tais como o pólen, produtos de limpeza, coleiras anti-parasitas, plástico dos recipientes de comida, etc. Este tipo de dermatite é uma doença de pele bastante frequente sobretudo nos animais mais jovens, surgindo geralmente até aos 2 anos de idade. É bastante incômoda para os cães, uma vez que estes sentem bastante comichão, tecnicamente apelidada de prurido. As áreas mais afetadas são a zona do focinho, olhos e queixo, os pés, a base do dorso e coxas. 




A Dermatite Atópica não tem cura, sendo que o cão irá sempre desenvolver uma reação quando exposto ao agente causador da irritação da pele. Contudo, pode ser tratada de forma a garantir ao animal uma vida com qualidade, diminuindo os sintomas até ao ponto de serem imperceptíveis. 



Existem dois tipos de dermatite atópica: a seca e a úmida, sendo a última mais perigosa. A dermatite seca provoca a queda de pelo e a vermelhidão da pele. A dermatite úmida é uma infecção com pus onde a carne está exposta. É resultado da ação contínua do cão que lambe e coça a região. Os cães com sub-pelo estão mais propensos à formação de dermatites úmidas.



Conforme a gravidade dos casos, podem ser empregues vários tipos de tratamentos. Banhos frequentes, anti-histamínicos ou corticoides são as medidas mais utilizadas. Descobrir qual a causa da dermatite não é fácil, mas é necessário reduzir esse estímulo. Cada caso é específico e deve ser o veterinário a determinar qual a forma de ação mais eficaz.



www.arcadenoe.sapo.pt